Cursos

- Enfermagem

Informações Gerais

O curso de Enfermagem na FACHO

O enfermeiro a ser formado pela FACHO será pautado pela visão generalista. A formação profissional o capacitará a atuar sob a égide da ética durante o processo saúde-doença em seus diversos níveis de atenção, desenvolvendo ações de promoção da saúde e qualidade de vida, prevenção de agravos, recuperação e reabilitação da saúde, de forma integralizada, comprometida socialmente com a população, com o resgste da cidadania e em consonância com os princípios do Sistema Único de Saúde.

A formação também privilegia a compreensão do profissional em reconhecer-se como sujeito na gerência e organização do cuidar, responsável pela formação de recursos humanos e coordenação do processo de trabalho da equipe de enfermagem, capaz de conjugar a arte e a ciência do cuidar.

Vagas e Turno

Número de vagas oferecidas:
100 (cem) vagas anuais, sendo 50 (cinquenta) vagas a cada semestre letivo.

Turno de Funcionamento:
Horário vespertino, das 13:30 às 18:00h.

Laboratórios

O curso dispõe de seis modernos e completos laboratórios para a aprendizagem prática dos alunos já a partir do 1º período.

Matriz Curricular

Concepção pedagógica que considera o aluno como um sujeito ativo, participativo e dotado de experiências e vivências que contribuirão significativamente no processo de aprendizagem.

Professore facilitador, mediando a relação entre o sujeito que aprende e o objeto a ser aprendido.

Conteúdos organizados sob a forma de disciplinas, porém com estreita relação entre si, conduzindo à integralidade.

Distribuição em 10 (dez) períodos letivos com carga horária total de 4.000h.

Oferta de disciplinas eletivas de grande relevância para o profissional como: Teoria e Técnica de redação.

Perfil de Egresso

Conheça o perfil do aluno egresso

O perfil do enfermeiro a ser formado pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda, será pautado pela visão generalista, humanística, solidária, crítica e reflexiva. A formação profissional capacitará Enfermeiros a atuar sob a égide da ética durante o processo saúde-doença em seus diversos níveis de atenção, desenvolvendo ações de promoção da saúde e qualidade de vida, prevenção de agravos, recuperação e reabilitação da saúde, de forma integralizada, comprometida socialmente com a população, com o resgate da cidadania e em consonância com os princípios do Sistema Único de Saúde.

A formação também privilegia a compreensão do profissional se reconhecer como sujeito na gerência e organização do cuidar, responsável pela formação de recursos humanos e coordenação do processo de trabalho da equipe de Enfermagem, capaz de conjugar a arte e a ciência do cuidar. A visão estratégica de racionalização e utilização de recursos da comunidade onde atua marcará a ação do profissional inserido no contexto e, ao mesmo tempo, reconhecendo, se apropriando e potencializando a estrutura social e as possibilidades de melhorar a qualidade de vida da população.

Matriz Curricular

1º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 101 Bases Históricas, Antropológicas, Filosóficas e Sociais da Saúde 3 60
LET 208 Cultura Religiosa e Formação Humana 2 40
ENF 141 Anatomia Humana I 3 60
ENF 111 Biologia Celular, Histologia e Embriologia 5 100
ENF 151 Bioquimica 4 80
ENF 401 Enfermagem em Saúde Coletiva I 3 60



2º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 102 Enfermagem no Contexto Histórico e Social 2 40 ENF 101
ENF 142 Anatomia Humana II 3 60 ENF 141
ENF 161 Informatica Aplicada à Saúde 4 80
ENF 121 Fisiologia Humana 5 100 ENF 151
ENF 191 Parasitologia 3 60
ENF 131 Processo de Investigação em Enfermagem 3 60



3º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 211 Bioestática e Epidemiologia 4 80
ENF 231 Bases da Semiologia e do Processo de Cuidar I 5 100 ENF 121
ENF 171 Imunologia e Microbiologia 4 80 ENF 111
ENF 181 Biotecnologia e Biossegurança em Saúde 2 40
ENF 152 Biofísica 2 40
ENF 511 Processos Pedagógicos em Enfermagem 3 60



4º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 402 Enfermagem em Saúde Coletiva II 3 60 ENF 401
ENF 232 Bases da Semiologia e dos Processos de Cuidar II 7 140 ENF 231
ENF 221 Bioética e Legislação da Enfermagem 2 40
ENF 251 Farmacologia Aplicada 4 80 ENF 121
PSI 742 Psicologia Aplicada à Saúde 2 40
ENF 201 Genética e Evolução Humana 2 40



5º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 242 Processos Patológicos Gerais 3 60
ENF 411 Enfermagem em Saúde Mental I 3 60 PSI 742
ENF 501 Processos de Gestão em Enfermagem I 4 80
ENF 421 Enfermagem em Saúde do Trabalhador 2 40 ENF 401
ENF 261 Nutrição Aplicada à Enfermagem 2 40
EDU 655 Linguagem Brasileira de Sinais - LIBRAS 3 60
. Eletiva I 3 60



6º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 433 Enfermagem em Saúde da Mulher 8 160 ENF 231
ENF 445 Enfermagem em Saúde da Criança e do Adolescente 9 180 ENF 231
ENF 503 Processos de Gestão em Enfermagem II 3 60 ENF 501



7º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 446 Enfermagem em Saúde do Adulto 16 320 ENF 232
ENF 981 Atividades Complementares 0 80



8º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 412 Enfermagem em Saúde Mental II 3 60 ENF 411
ENF 451 Cuidados Paliativos em Enfermagem 2 40
ENF 447 Enfermagem em Saúde do Idoso 4 80 ENF 232
ENF 403 Enfermagem em Saude Coletiva III 3 60 ENF 402
. Eletiva II 3 60



9º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 991 Pesquisa em Enfermagem I - TCC I 3 60 ENF 131
ENF 901 Estágio Supervisionado I (Rede Básica ou Hospitalar) 20 400 ENF 445 e ENF 446



10º período
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
ENF 992 Pesquisa em Enfermagem II -0 TCC II 3 60 ENF 991
ENF 902 Estágio Supervisionado II (Rede Básica ou Hospitalar) 20 400 ENF 901



Eletivas
Cód. Disciplina Créd. C.H. Pré-Req. Professores
PSI 743 Psicologia Hospitalar 03 60
PSI 732 Psicologia Comunitária 03 60
PSI 204 Dinamica de Grupo e Relações Humanas 03 60
PSI 773 Psicologia e Saúde na Família 03 60
LET 118 Língua Portuguesa: Compreensão e Produção Textual 03 60
PSI 139 Psicologia do Envelhecimento 03 60



Corpo Docente

Adélia Cristina Monteiro Pereira

Possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal de Pernambuco (1995). Especialista em educação profissional na área de saúde: Enfermagem. Especialista em Nefrologia pela Universidade Castelo Branco, da Bahia, , especialista em qualidade e segurança do paciente FIOCRUZ/RJ. Atuou como professor de enfermagem da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda/PE e enfermeira gerente do serviço de nefrologia do HC-UFPE da Universidade Federal de Pernambuco, assim como foi Supervisora da residência de enfermagem em Nefrologia do HC-UFPE e do Programa de Residência Multiprofissional Integrada em Saúde - HC/UFPE. Coordenadora Pedagógica do Curso de Especialização em Nefrologia ,chefe do serviço de internação do HC_UFPE,presidente da comissão de ética de enfermagem, atualmente chefe da unidade de gestão de riscos assistenciais do HC/EBESERH/UFPE.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6847710892616306

Ana Paula Monteiro Ferreira Ximenes

Graduada em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (1993) e em Serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará (1992). Especialista em Psicopedagogia (UPE/1999). Possui Mestrado (2005) e Doutorado (2010) em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Atualmente compõe o Núcleo Docente Estruturante da FACHO e da FACOTTUR. Foi pesquisadora do Núcleo de Pesquisa da Argumentação (NupArg) cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa /CNPq sob orientação da Profª Dra: Selma Leitão Santos e membro do GT4: Argumentação e explicação: modos de construção/constituição do conhecimento - da ANPEPP (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia). Foi professora substituda do Departamento de Psicologia e Orientação Educacional - DPOE-UFPE, ministrando as disciplinas de Psicologia da Educação 6; Psicologia da Educação 7; Dinâmica de grupo na Educação I; Fundamentos Psicológicos da Educação B. É Professora do curso de Psicologia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO) e da Faculdade de Comunicação Tecnologia e Turismo de Olinda (FACOTTUR). Sua atividade de pesquisa focaliza as relações entre discurso e cognição, com ênfase na argumentação. Produção bibliográfica de maior importância - Artigos completos publicados em periódicos: LEITÃO, S & FERREIRA, A. P. M. Argumentação infantil: condutas opositivas e antecipação de oposição. Psicologia cognitiva: cultura, desenvolvimento e aprendizagem / Org. Meira, L.; Spinillo, A.G Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2006.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5485269587486269

Ana Paula Sampaio Feitosa

Possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2005). Mestrado em Biologia Molecular e Celular Aplicada pela Universidade Estadual de Pernambuco (2011) e Doutorado em Medicina Tropical pela Universidade Federal de Pernambuco (2015). Atua como Pesquisadora no Grupo de Pesquisa "Imunologia de Invertebrados" (CPqAM/FIOCRUZ) e no Laboratório de Microscopia Eletrônica (LIKA/UFPE). Professora colaboradora nas disciplinas: Parasitologia (nível de graduação). Tem experiência na área de Biologia Geral e desenvolve pesquisa na área de Microbiologia, Parasitologia e Imunologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Leishmaniose (Humana e Canina), Esquistossomose, Sistema Imune de Insetos e Moluscos de importância Médica e econômica, bactérias multirresistentes, ultraestrutura, Biologia Celular e Molecular.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7741235050382403

Antonia Maria da Silva Santos

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco (1972), graduação em Enfermagem de Saúde Pública pela Universidade Federal de Pernambuco (1974), graduação em Licenciatura em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco (1981) e Mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Pernambuco (2008). Atualmente é professora da Universidade Federal de Pernambuco, tendo experiência na área de Enfermagem, atuando principalmente nos seguintes temas: Gestão da Enfermagem, Saúde Mental e História da Enfermagem


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6128928731037096

Anvete Leal de Albuquerque

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco (1993) e mestrado em ENFERMAGEM pela Universidade Federal de Pernambuco (2014). Atualmente é enfermeira - Policlinica/Maternidade Prof Barros Lima/PCR. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem Obstétrica


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2836339814563052

Cristiane Aparecida dos Santos Barbosa

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco (2002). Mestre em Educação para formação de profissionais de Saúde pela Faculdade Pernambucana de Saúde - FPS. Atualmente, é enfermeira do Hospital Getúlio Vargas, docente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO .. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3391760661002538

Danielle Cassia de Oliveira Gomes da Silva

Cursando o mestrado em Ciências da Saúde - UPE, possui PÓS- GRADUAÇÃO em Nutrição /clínica pelo Centro Universitário Internacional UNINTER, graduação em BACHARELADO EM NUTRIÇÃO pela FACULDADE SÃO MIGUEL (2012). , atuando principalmente nos seguintes temas: doença hepática, alcool, gestante, estado nutricional e solução de aguardente.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8546612299104470

Darlene Seabra de Lira

Especialista em Educação Especial - Estudos Surdos - com graduação em Pedagogia - habilitação em Educação Especial / Magistério, Atualmente é professora no Curso Técnico de Tradução e Interpretação de Libras na Escola Técnica Estadual Almirante Soares Dutra.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8783256913537160

Dyana Leal Veras

Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Federal de Pernambuco (2006) e mestrado em Medicina Tropical pela Universidade Federal de Pernambuco (2009). Tem experiência na área de Microbiologia, Imunologia, Saúde Pública, Biologia celular e Molecular com ênfase em Genética de microrganismos.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7193283471119466

Edite Vieira de Melo Silva

Possui graduação em LICENCIATURA EM MATEMÁTICA pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1997) , especialização em Educação Matemática - Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão (1999) e mestrado em Biometria - Estatística Aplicada, UFRPE (2002). Atualmente é professora adjunta da Faculdade de Ciência Humanas de Olinda (FACHO), da Sociedade Pernambucana de Cultura e Ensino (SOPECE), atuando como professora Formadora nos cursos a distância do IFPE.


Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4227888T5

Emilly Anne Cardoso Moreno de Lima

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Pernambuco (Bolsista CAPES - Pró Ensino na Saúde); Mestre em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Pernambuco - Mestrado Acadêmico (Bolsista CAPES). Especialização em Suporte Avançado a Vida: Emergência e UTI pela Universidade de Pernambuco. Bacharelado em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6113938586685357

Flávia Maria Barros Lavra

Enfermeira graduada pela Fundação Superior de Olinda-FUNESO. Especialista em Enfermagem em Psiquiatria. Pós-graduada em Saúde da Família na Atenção Primária. MBA em Gestão em Saúde e Controle de Infecção Hospitalar.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7341475011759019

Frederico José Machado da Silva

Doutor em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco, atualmente é coordenador do Curso de Letras da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. Possui graduação em Licenciatura Dupla em Letras Inglês Português pela Faculdade Frassinetti do Recife (2006) e mestrado em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco (2009). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria da Literatura, Literatura, Língua Portuguesa e literatura e ensino. Atua principalmente nos seguintes temas: teatro brasileiro do século XIX, romantismo brasileiro, cultura, realismo brasileiro, realismo mágico, e literatura latino-americana.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4677068057535979

Ivonete Maria Lima da Silva

Possui graduação em ENFERMAGEM pela Fundação de Ensino Superior de Olinda (1997). Atualmente é Docente - COLEGIO DE SAUDE DE PERNAM,BUCO e FACULDADE DE OLINDA, Enfermeira- Assistêncial - HGV/Secretaria de Saude de Pernambuco e Enfermeira-Família - DS I /SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE DE RECIFE.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3307118307916595

Josicleide Montenegro da Silva Guedes Alcoforado

Mestre Profissional em Gestão e Economia da Saúde pela UFPE, Graduada em ENFERMAGEM pela UFPE e Licenciada em Enfermagem pela UFPE, especialista em Enfermagem em Urgência e Emergência e MBA em Administração Hospitalar e Gestão da Emergência em Saúde Pública. Atualmente é enfermeira do SAMU do município de Paulista e docente do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4536554280785587

Juliana Mendes Correia

Bacharela em Ciências Biológicas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2004), é Mestra em Biologia Animal pela Universidade Federal de Pernambuco (2004) e Doutoranda em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (2007-2011). Tem experiência na área de Bioquímica e Microbiologia com ênfase em Biologia Molecular e Química de Proteínas. Seus principais interesses de investigação compreendem os polipeptídeos farmacologicamente ativos, provenientes de organismos marinhos e terrestres. E mais recentemente estudos epidemiológicos.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1468808949213881

Lucia Reis do Nascimento

Atualmente é enfermeira da Universidade Federal de Pernambuco. Chefe da Divisão de Apoio Diagnóstico e Terapêutico do Hospital das Clínicas. Professora do curso de graduação em Enfermagem da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8947453058810325

Lucilene Rafael Aguiar

Mestre em Vigilância sobre Saúde pela Universidade de Pernambuco. Possui especialização em Saúde Pública pelo Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães / Fiocruz-PE e graduação em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco. É enfermeira sanitarista, professora de enfermagem na Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças (FENSG) da Universidade de Pernambuco (UPE), professora na Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO) e Gerente de Prevenção e Controle dos Agravos Agudos na Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco. Atua principalmente nos seguintes temas: Epidemiologia, Imunopreveníveis, Doenças Transmissíveis e Sistema de Informação.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0246796961021719

Marcela Natal Lucena

Enfermeira Obstetra pelo Programa de Resedencia do Estado de Pernambuco 2006-2008, Professora Substituta da Universidade de Pernambuco da disciplina Saúde da Mulher 2008-2010, Enfermeira Obstetra da Maternidade Professor Bandeira Filho de 2011 até a presente data, Enfermeira Obstetra do Hospital Agamenon Magalhaes, Professora da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO da disciplina de saúde da mulher, Supervisora da Residência de Enfermagem em Obstetrícia da SESAU Recife.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7603496265837114

Maria Ângela de Mello Cassundé Portella

Mestre em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Coordenadora e Professora do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e Professora do Curso de Especialização em Psicopedagogia e Psicomotricidade Ralacional da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO). Psicóloga Clínica, Psicopedagoga Clínica e Psicóloga Escolar.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9268026060734278

Maria da Conceição Luna Santos

Tem experiência na área de Enfermagem, com Residência em Enfermagem em Saúde da criança e R3 opcional em Alergolgia e Imunologia clínica pelo Hospital das Clínicas da UFPE. É mestranda em Saúde do adulto pela UFPE, trabalhando na linha de pneumologia/ Alergologia, especificamente com pacientes asmáticos. Além disso, tem vivência como docente, tendo sido professora substituta da disciplina de saúde da criança da UFPE, professora da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda, de alguns cursos de pós-graduação e de Curso preparatório para o Programa de Residência em Enfermagem no Estado de Pernambuco.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9100369961032645

Maria de Fátima de Carvalho Falcão

Possui graduação em Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (1975) e mestrado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (1978). Atualmente é professor adjunto da Universidade Católica de Pernambuco, professora Titular da Focca - Faculdade de Olinda, professor assistente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda-FACHO. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Processual Penal, Direito Penal e Direito Educacional atuando principalmente nos seguintes temas: violência, prova, aborto, anencefalia e crimes hediondos, Lei do Tóxico, Bullyng e na área de Sociologia aplicada à educação e à saúde.


Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4772444D2

Maria do Socorro Dias de Oliveira Nunes

Possui graduação em ENFERMAGEM pela Universidade de Pernambuco (1996) e graduação em LETRAS pela Universidade Católica de Pernambuco (1989). Atualmente Docente teoria e pratica da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda, Docente de teoria da Faculdade Integrada de Pernambuco e Supervisora de estagio da graduação de enfermagem e Docente do pronatec nos curso técnico de enfermagem e Dependentes químicos Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem, atuando principalmente no seguinte tema: socorro.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6779836812990896

Norma Pinheiro de Vasconcellos

Possui mestrado em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco (1986) . Atualmente é Parcial da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e Membro de corpo editorial da Com Texto. Atuando principalmente nos seguintes temas: Representação Social, Supervisão Escolar.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8844803738136872

Patricia Michelly Santos Lima

Possui Graduação em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco - UPE (2007), especialização em Saúde Pública pelo Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães/Fundação Oswaldo Cruz - CPqAM/FIOCRUZ (2009), especialização em Epidemiologia para Monitoramento e Resposta às Emergências de Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca - ENSP/FIOCRUZ (2010), especialização em Processos Educacionais em Saúde pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa (2014) e Mestre em Avaliação em Saúde pelo Instituito de Medicina Integral Professor Fernando Figueira - IMIP (2012-2014). Exerceu a função de coordenadora do Programa de Controle da Hanseníase na Secretaria Municipal de Saúde de Jaboatão dos Guararapes - PE (2007-2009) e também coordenou o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde - CIEVS da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco - SES/PE (2011-2013). Ainda realizou consultoria para a Organização Pan Americana de Saúde - OPAS durante o surto de sarampo no estado de Ceará (2014). Atualmente é docente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO, onde é responsável pelas disciplinas de Saúde Coletiva I e III (2013 - dias atuais). Integra também a equipe do CIEVS como apoiadora técnica. Tem experiência nas área de Saúde Pública com ênfase em Vigilância Epidemiológica, Epidemiologia e Avaliação em Saúde.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5856148623598613

Patricia Rejane Ribeiro Bispo

Graduada em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco (2002). Especialista em saúde da criança pela Residência do Hospital das Clínicas/ UFPE, mestra em saúde da criança e do adolescente pela Universidade Federal de Pernambuco. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem neonatal/pediátricia e saúde pública.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2894386401381371

Renata de Miranda Correia

raduada em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco (2007), especialista em Abordagem Psicossocial de Grupos em Situação de Risco pela Faculdade Frassinetti do Recife (2009). Especialista em Enfermagem em Saúde da Mulher (2010), Parteira Urbana desde 2015. Atuo como docente na graduação em Enfermagem na área materno-infantil, professora do projeto de extensão em pré-natal da FACHO e Supervisora da Diretoria de Regulação, Controle e Avaliação de Olinda


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1950597317372942

Sura Wanessa Santos Rocha

Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas - NEPE/FACHO, Professora de Processos Patológicos Gerais, Biofísica, Biotecnologia e Biossegurança, Fisiologia Humana, Metodologia Científica e TCC I pela Faculdade de Ciências Humanas de Olinda - FACHO. Possui graduação em Ciências Biológicas, com ênfase em ciências da saúde pela Universidade de Pernambuco, Mestre em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco com ênfase em Biotecnologia, Biologia Celular e Molecular. Doutora em Ciências Biológicas pela UFPE atuando em análises moleculares da inflamação e fibrose hepática. Pós-Doutorado pelo Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães-FIOCRUZ, na grande área de Ultraestrutura do Zika vírus. Tem experiência na área de saúde pública, epidemiologia e parasitologia. Vem atuando principalmente nos seguintes temas: Zika vírus, Aedes aegypt, Culex quinquefasciatus, Ultraestrutura, Histologia, Biologia Celular e Molecular, Imunohistoquímica e Imunofluorescência.


E-mail: http://lattes.cnpq.br/8023585720097105


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8023585720097105

Vania Maria Silva de Moraes

Mestre em Gestão e Economia da Saúde pela UFPE, possui graduação em Enfermagem pela FACULDADE DE ENFERMAGEM NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS (1990). Atualmente é efetivo do HOSPITAL POLICIA MILITAR, CLT da FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE OLINDA-FACHO, contratada do SAMU PAULISTA, e efetivo - Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8618234528173499

Viviane Maria Pereira de Carvalho

Atualmente é professora efetiva da FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS DE OLINDA (FACHO) e enfermeira da emergência pediátrica do HOSPITAL DA RESTAURAÇÃO. Atua também no ambulatório de puericultura da FACHO.


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4569394615393906

Viviane Villarouco de Andrade Henrique

GRADUADA em Ciências Biológicas (FAFIRE), ESPECIALISTA em Morfologia (UFPE) e MESTRE em Ensino das Ciências (UFRPE). Atualmente é Docente da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO), com atuação em programas de Ensino a Distancia (UFPE/CEAD/MEC), Leciona em programa de pós-graduação da Faculdade Frassinetti do Recife, atuando com funçãoTécnico-pedagógico na Diretoria Geral de Tecnologia na Educação e Cidadania (DGTEC/SEEL/Prefeitura do Recife).


Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6261580695210386

Wesler Cavalcanti Silvério da Rocha

Graduado em Letras pela Faculdade de Filosofia do Recife (2004). Atualmente é professor - Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão, Professor da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda e Professor de Língua Inglesa do Colégio Militar do Recife. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Ensino de Línguas (Espanhol & Inglês) e em Leitura, Produção e avaliação de textos.


Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4219888U5

Eventos

Nossos Eventos

Notícias




Por que seu chefe quer medir seu ritmo cardíaco no trabalho

Exame Abril - 25/08/2015

O futuro do ambiente de trabalho altamente produtivo está sendo moldado por trás de portas fechadas, com a discrição garantida por contratos de confidencialidade.

No Reino Unido, hedge funds, bancos, call centers e firmas de consultoria estão instalando sistemas de monitoramento que vinculam aparelhos de vestir com sensores biológicos a ferramentas de análise antes reservadas aos atletas de elite.

“Não há um time de esporte competitivo do mundo que não adote o monitoramento analítico de ponta com os atletas em campo, fora de campo, em casa, enquanto eles dormem, enquanto eles comem”, disse Chris Brauer, diretor de inovação da Goldsmiths, Universidade de Londres.
ADVERTISEMENT

“O ambiente de trabalho está caminhando para esse modelo”.

As novas ferramentas ajudam a vincular o comportamento humano e informações psicológicas ao desempenho corporativo. Trata-se de uma ruptura com as estratégias comuns da tecnologia de vestir, que tendem a enfocar a eficiência operacional ou a segurança.

O poder das novas ferramentas está sendo avaliado de forma privada, em parte para evitar as acusações de comportamento invasivo, em parte porque quem está realizando os testes acredita que isso lhes confere uma vantagem competitiva.

‘Otimização humana’

“Sim, isso já está acontecendo, começando por alguns dos maiores hedge funds”, disse John Coates, um neurocientista de Cambridge e ex-trader do Goldman Sachs que está trabalhando ativamente com as empresas para relacionar os sinais biológicos ao sucesso do trading.

Sua pesquisa acadêmica enfoca a compreensão dos motores psicológicos das preferências de risco.

“Antes se considerava que a maioria das coisas que se aprende na faculdade de Administração era pura atividade cognitiva e que, se você não estivesse se saindo bem, era porque precisava de informações melhores ou de treinamento psicológico”, disse ele.

No entanto, a ciência está começando a mostrar que alguns hormônios – inclusive esteroides e testosterona produzidos naturalmente – aumentam a autoconfiança e nos levam a assumir mais riscos. Por sua vez, os hormônios do estresse, como cortisol, geram o efeito contrário.

Coates disse que está trabalhando com três ou quatro hedge funds para implementar um sistema de alerta precoce. “Muitos gerentes inteligentes acham que seus algoritmos já chegaram ao limite. O próximo passo é a otimização humana”.

Monitores do estilo de vida

O comportamento fora do ambiente de trabalho também interfere no desempenho – como exercícios, sono, alimentação e consumo de bebidas alcoólicas e de cafeína.

A Peak Health trabalha com liderança de alto potencial dentro de organizações financeiras para ligar os pontos entre a saúde e o desempenho.

O fundador Dan Zelezinski trabalhou com pessoas do Goldman Sachs, do Bank of America e de diversos hedge funds. Ele dá aos clientes aparelhos de vestir que monitoram a fisiologia do estresse e registram um diário de atividades.

“Indivíduos com alto poder aquisitivo, gerentes de carteira e donos de organizações relativas à compra de serviços de investimento estão buscando algum tipo de diferencial”, explica ele. Os “benefícios mais fáceis” tendem a estar relacionados com a recuperação – comer bem e ter um sono de qualidade.

“Muito disso é intuitivo, mas você só sabe quando vê os dados”, disse Jason Rabinowitz, um consultor que usou os serviços de Zelezinski no Goldman Sachs. Contudo, como destaca Zelezinski, ainda há uma grande brecha entre o desempenho físico e os lucros e prejuízos. “Talvez seja possível descobrir algumas correlações, mas é difícil monitorar”.

‘Progressão natural’

John Coates concorda: “O verdadeiro problema é processar os sinais: ter um conhecimento profundo de como a fisiologia está interferindo no desempenho. Não há muita gente que se dedique a essa investigação. Como vincular os dados obtidos com perguntas como ‘eu deveria estar no trading hoje?’?”.

Mesmo sem essas perguntas, há implicações evidentes, em relação à moral e à privacidade, que precisam ser levadas em consideração.

Chris Brauer acredita que o debate sobre a privacidade vai desaparecer quando as pessoas perceberem o potencial desse tipo de análise do desempenho humano.

“As pessoas altamente empreendedoras são muito competitivas com elas mesmas e com os outros. Portanto, possibilitar que elas monitorem quando estão mais produtivas, concentradas e satisfeitas vai ajudá-las a entender as condições em que elas têm o melhor desempenho”, disse ele.

“A ideia de que você pode se amplificar com as tecnologias vai se tornar absolutamente comum, vai ser uma progressão natural”.

Revistas e Artigos




Quesito Raça/Cor: COR: um olhar para as particularidades raciais na saúde da cidade do Recife

Robélia do Nascimento Lopes, Solange Mota Duarte, Maria de Fátima Neves Cabral - Travessia 2010

O presente artigo traz uma análise sobre a saúde da população negra focando na importância da implementação do quesito raça/cor nos formulários do Sistema de Informação da Saúde da Cidade do Recife. Nesse sentido, considera-se o referido quesito um instrumento estratégico para a construção do perfil epidemiológico desse segmento social, possibilitando, assim, a elaboração de uma política de saúde que atenda as particularidades de negros e negras, com vistas a garantir os princípios do Sistema Único de Saúde (igualdade, universalidade e integralidade). Essa abordagem resgata aspectos sócio-econômicos, culturais e políticos desse coletivo racial e sua relação com o processo saúde-doença.

Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde na UTI Pediátrica: Incidência e Fatores de Risco

Josie Lílian Petrício, Larissa Cunha Alves, Eugênia Silva de Souza, Laura Gisele Feitosa Garcia - Travessia 2009

As infecções ocorridas em serviços de assistência à saúde representam um problema de abrangência mundial, constituindo-se uma das principais causas de morbidade e letalidade associadas aos procedimentos clínicos, diagnósticos e terapêuticos prestados à população. Este é um estudo exploratório – descritivo, de abordagem quanti-qualitativa, com o objetivo de analisar a incidência das Infecções de Corrente Sanguínea (ICC), Infecções do Trato Urinário (ITU) e Pneumonias (PNM) relacionadas à utilização de Cateter Venoso Central (CVC), Sonda Vesical de Demora (SVD) e Ventilação Mecânica (VM) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica, a partir da utilização do Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções, notificadas no período de Março de 2008 a Março de 2009. O Serviço de Controle de Infecção Hospitalar possui inúmeros desafios com o aumento do fluxo das intervenções de alta complexidade que se traduzem em mais procedimentos invasivos que abrem novas oportunidades de ocorrência da infecção hospitalar.

Galerias

Confira a nossa galeria de eventos

fechar
fechar
fechar